Temas Preferênciais

PLANEJAMENTO DO SISTEMA (G, T & D)

(1) Planejamento de Sistemas Elétricos: novas metodologias, ferramentas, critérios e experiências; planejamento da geração, transmissão e distribuição considerando incertezas; planejamento coordenado e integrado envolvendo redes inteligentes e geração distribuída; análise de risco; critério de garantia do fornecimento de energia; análise de custo-benefício e critérios de confiabilidade do sistema; planejamento integrado geração/transmissão/distribuição; sistemas de longa distância/escala continental; requisitos técnicos futuros, fontes e aspectos econômicos relacionados aos serviços ancilares; impactos no planejamento da expansão da transmissão devido ao final de vida útil regulatória de equipamentos; desafios na expansão das interligações internacionais – aspectos técnicos, regulatórios e de padronização.

(2) Fontes de Energia Renovável: desafios dos planejadores dos sistemas elétricos frente ao rápido crescimento de fontes de energia renovável; melhorias das metodologias e ferramentas existentes considerando fontes de energia renovável e sistemas de armazenamento, desafios e oportunidades para o uso de armazenamento bombeado.

(3) Desenvolvimento Sustentável de Sistemas Elétricos: aspectos regulatórios relacionados à legislação ambiental; novas metodologias de avaliação e monitoramento de impactos socioambientais; integração dos aspectos socioambientais ao planejamento da expansão e a operação elétrica de fontes de geração convencionais e alternativas, sistemas de transmissão e sistemas de distribuição; uso múltiplo da água; mudanças climáticas e sua relação com o planejamento e operação de sistemas elétricos (vulnerabilidades, resiliência, adaptação e redução das emissões de gases de efeito estufa).

(4) Política Energética e Estrutura Regulatória: financiamento público e privado de projetos de geração, transmissão e distribuição; diversificação da matriz energética: fontes renováveis, limpas e de baixo carbono; questões tarifárias; composição do preço da energia e leilões de energia: experiência e resultados; segurança energética; oportunidades de investimento, aspectos de livre acesso, econômicos e regulatórios, soluções tecnológicas, remuneração adequada; questões regulatórias no novo ambiente dos sistemas elétricos, tais como novos aspectos de confiabilidade e segurança.

(5) Impacto do Rápido Crescimento da Energia Renovável Intermitente no Desempenho do Sistema Elétrico: recursos de geração distribuída (DER - Distributed Energy Resources); parques eólicos e fotovoltaicos; geração e armazenamento distribuídos; redes inteligentes e micro redes; mobilidade elétrica e armazenamento em bateria; melhorias nas metodologias e ferramentas existentes para consideração de índices de qualidade de energia de sistemas de geração e armazenamento (DREQ e FREQ).

OPERAÇÃO DE SISTEMAS (G,T & D)

(6) Operação de Sistemas Interligados: planejamento de curto e médio prazo; gerenciamento de carga e participação do consumidor na redução da demanda para maior segurança operacional; definição de capacidade disponível de transferência, questões de segurança e resiliência, coordenação de Sistemas Especiais de Proteção (SEP), índices de desempenho, etc. Impacto na operação do sistema de geração distribuída, resposta à demanda, armazenamento e mudanças no comportamento da carga elétrica; questões operacionais emergentes da interação de transmissão e distribuição; reservas e estratégias emergenciais, estratégias de restabelecimento; aspectos relacionados ao envelhecimento do equipamento; aspectos dos SEPs na nova distribuição; operação de sistemas inversor completo em massa com os controles convencionais de seguimento da rede; impacto de fontes fotovoltaicas com controle de potência reativa nos sistemas distribuídos de média tensão; serviços ancilares.

(7) Operação em tempo real: questões operacionais emergentes da interação de transmissão e distribuição; gestão de perturbações e situações de restabelecimento; como adaptar os processos e a organização dos centros de controle para enfrentar a grande implementação de novas tecnologias e processos automatizados; consciência situacional da sala de controle; futuros centros de controle: recursos de hardware e software e habilidades do operador; novas ferramentas e processos de formação envolvendo diferentes representantes da empresa e diferentes países.

(8) Qualidade de Energia: gestão da qualidade de energia nos sistemas de transmissão e distribuição; índices PQ relacionados à integração de parques eólicos e solares aos sistemas de transmissão e distribuição; “Suportabilidade a afundamentos de tensão” (LVRT); critérios relacionados a fazendas solares; Capacidade de Recursos de Energia Distribuída (DER) definida por índices PQ integrando fontes renováveis à rede de transmissão; base teórica e estudos de caso; responsabilidades dos agentes associadas à qualidade da energia entregue aos clientes. Custos e receitas relacionados à qualidade de energia; impactos da energia eólica e dos sistemas HVDC.

(9) Dinâmica e Controle do Sistema Elétrico: esquemas de proteção de sistemas de medição de área ampla (WAMS), de controle de área ampla (WACS) e proteção de área ampla (WAPS); questões de estabilidade relacionadas a novos interesses regionais e transnacionais; avanços no controle automático de geração e controle coordenado de tensão; avaliação de segurança dinâmica; esquemas especiais de proteção e controladores avançados para garantir o desempenho adequado do sistema na presença de modernas usinas de gás natural, grandes parques de geração eólica e geração dispersa; sistemas de monitoramento (WAMS) e controle (WACS); esquemas modernos e esforços visando o rápido restabelecimento do sistema elétrico. Implementação de sistemas de monitoramento de longa duração e experiência na análise post-mortem de perturbações para identificar as causas de grandes perturbações e reforços necessários para melhorar a segurança do sistema; dinâmica e controle do sistema de distribuição considerando micro PMUs; novos conceitos de proteção e controle para responder à rede em desenvolvimento e às diferentes características de geração.

OUTROS ASPECTOS TECNOLÓGICOS

(10) Desenvolvimentos em Tecnologias AC/DC: HVDC: experiências operacionais, performance, novos projetos; desenvolvimentos recentes: VSC (Voltage Sourced Converter), aplicações de + 800 kV, multiterminais, conversores back-to-back; tecnologia FACTS: aplicações para aumento de flexibilidade, controlabilidade e segurança dos sistemas elétricos. Problemas de multi-infeed; desenvolvimentos em tecnologias AC/DC; provisão de serviços ancilares para o sistema de distribuição através de inversores DER; parques eólicos off-shore: conexões ao sistema interligado.

(11) Técnicas Computacionais Avançadas Aplicadas aos Sistemas Elétricos: ferramentas automáticas para melhoria da operação de sistemas elétricos e estudos de planejamento de sistemas interconectados; novas ferramentas para melhoria da operação de sistemas elétricos e estudos de planejamento incluindo novos sensores e algoritmos inteligentes, uso de data analytics, IoT, business intelligence e interoperabilidade de sistemas e protocolos.

(12) Integração de ferramentas de simulação no domínio do tempo: incluindo análise de transitórios eletromagnéticos e eletromecânicos, cossimulação e simulação em tempo real. Análise do impacto de sobretensão transitória e temporária na performance de equipamentos e instalações; métodos de controle de sobretensão; análises de ocorrências relacionadas a falhas de equipamentos; possibilidade de utilização destas novas ferramentas no treinamento das equipes de operação em tempo real.

(13) Mercado de energia: o novo ambiente do sistema elétrico inclui tópicos como a presença de inversores DER na rede de distribuição, menores janelas de tempo para negociação, maior granularidade na base de tempo da precificação, blockchain como um novo padrão para contratação no mercado de energia, serviços de medição no mercado a varejo, dentre outros.

Seja um Patrocinador do XV SEPOPE

Seja um Patrocinador do XV SEPOPE

Promoção

Apoio Organizacional

Patrocinadores